Imprimir esta página
Terça, 22 Outubro 2013 16:44

Vício em meu produto, e agora? Destaque

Escrito por 
Classifique este artigo
(0 votos)

produtos

Inicio este artigo indagando a você, leitor: Você sabe quais são seus direitos em caso de vício ou defeito de um produto? Como exercer este direito? Qual  forma mais efetiva de se resolver um eventual conflito desta espécie?

Pois então partiremos do pressuposto de que se trata de uma relação de consumo e que se caracteriza quando for nitidamente verificado a vulnerabilidade do agente ante a adesão de produtos, ou seja, em que seja percebida a desvantagem excessiva do consumidor em face do fornecedor, por não possuir as mesmas ferramentas deste segundo e possuir um conhecimento limitado, não técnico, sob os produtos que estão sendo por este disponibilizados. Por exemplo, a pessoa que compra um televisor para colocar em sua residência e, no momento da compra, não verifica se todos os componentes do televisor são de fato da qualidade a que se é descrita, tempo de vida dos respectivos componentes etc.

Ressalta-se, ainda, que só restar-se-á configurada a relação de consumo quando o objeto for vendido ao destinatário final, ou seja, no caso exposto do televisor, a pessoa que o comprou o utilizará em seu domicilio. Não poderá ser considerado consumidor aquele que se confunde com o fornecedor ou não é o destinatário final, citar-se-á neste caso, para melhor ilustrar este conceito, a pessoa que compra um carro de um vizinho de forma particular sem a intermediação de uma concessionaria, não há relação de consumo.

Ultrapassado este primeiro momento conceitual e tendo como base a Lei nº 8.078, de 11 de setembro de 1990, a qual define os conceitos, direitos e deveres do consumidor, se iniciará a discussão sobre o que fazer quando o produto que foi adquirido por você apresentou vício ou defeito.

Apenas uma breve distinção entre os institutos supracitados, ter-se-á defeito quando o problema apresentado pelo produto relaciona-se com a proteção da vida, saúde e segurança do consumidor, conforme Art. 6, I  e  Art. 12 § 1º, da Lei nº 8.078, menciona-se, por exemplo, um fone de ouvido que, após adquirido pelo consumidor, o proporciona a perda da audição por decorrência de uma mini explosão de um dos fones dentro de seu aparelho auditivo. Os vícios, por sua vez, estão relacionados ao produto que não cumpre a finalidade dele esperada, acarretando sua perda de utilidade e/ou valor, provendo dano ao patrimônio do consumidor.

Saiba que os prazos garantidos por lei para o fornecedor reparar os vícios de produtos são de 30 dias corridos, a contar da entrada em assistência técnica autorizada ou notificação em caso de serviço, e que se não cumpridos observar-se-á o seguinte dispositivo:

     Art. 18. § 1º Não sendo o vício sanado no prazo máximo de trinta dias, pode o consumidor exigir, alternativamente e à sua escolha:

    I - a substituição do produto por outro da mesma espécie, em perfeitas condições de uso;

    II - a restituição imediata da quantia paga, monetariamente atualizada, sem prejuízo de eventuais perdas e danos;

    III - o abatimento proporcional do preço.

    § 2º Poderão as partes convencionar a redução ou ampliação do prazo previsto no parágrafo anterior, não podendo ser inferior a sete nem superior a cento e oitenta dias. Nos contratos de adesão, a cláusula de prazo deverá ser convencionada em separado, por meio de manifestação expressa do consumidor.

    § 3º O consumidor poderá fazer uso imediato das alternativas do § 1º deste artigo sempre que, em razão da extensão do vício, a substituição das partes viciadas puder comprometer a qualidade ou características do produto, diminuir-lhe o valor ou se tratar de produto essencial.

    § 4º Tendo o consumidor optado pela alternativa do inciso I do § 1º deste artigo, e não sendo possível a substituição do bem, poderá haver substituição por outro de espécie, marca ou modelo diversos, mediante complementação ou restituição de eventual diferença de preço, sem prejuízo do disposto nos incisos II e III do § 1º deste artigo.

    § 5º No caso de fornecimento de produtos in natura, será responsável perante o consumidor o fornecedor imediato, exceto quando identificado claramente seu produtor.

    § 6º São impróprios ao uso e consumo:

    I - os produtos cujos prazos de validade estejam vencidos;

    II - os produtos deteriorados, alterados, adulterados, avariados, falsificados, corrompidos, fraudados, nocivos à vida ou à saúde, perigosos ou, ainda, aqueles em desacordo com as normas regulamentares de fabricação, distribuição ou apresentação;

    III - os produtos que, por qualquer motivo, se revelem inadequados ao fim a que se destinam.”

Observa-se aqui que caso o vício percebido tenha sido apresentado em assistência técnica competente e, após retornado ao consumidor, este constatar a sua reincidência, ele deverá novamente seguir os passos expostos e, após cumpridos, se ainda assim permanecer o vício, caberá ao consumidor exigir diretamente e a sua escolha entre os incisos I,II e III do  §  1º do referido dispositivo legal.

Das Formas de Resolução:

Tentar a resolução amigável junto ao fornecedor é crucial para que o problema seja resolvido de forma mais rápida e benéfica ao consumidor, por esta razão é de suma importância manter consigo todos os documentos pertinentes a compra do produto, como nota fiscal,  panfletos, ofertas, etc.

Não tendo sido frutífero este primeiro contato, poderá o consumidor procurar o órgão municipal competente pela fiscalização, conciliação e garantidor dos direitos do consumidor de sua cidade, neste caso o PROCON, munido dos respectivos documentos ora citados, acrescido de eventuais comprovantes de contato junto ao fornecedor obtidos pela primeira tentativa como protocolos de ligação, e-mails entre outros, e, ainda, se não obter sucesso na conciliação, então recorrer aos Juizados Especiais Civis de sua cidade.

Deste modo, conclui-se que quando o produto apresentar vícios você, consumidor, saberá o que fazer, como fazer e onde fazer para valer os direitos garantidos a você.

Obrigado e faça valer os seus direitos.

Ler 38064 vezes

243 Comentários

  • Ligação de comentário Robertrub Sábado, 09 Dezembro 2017 14:28 postado por Robertrub

    http://cialis-online-buy.surf.to
    buy cialis online
    order-cialis.com
    cialis online
    cialis pills dosage

  • Ligação de comentário Deweytit Sexta, 08 Dezembro 2017 11:02 postado por Deweytit

    viagra cialis buy uk
    cheap viagra
    viagra online sin receta
    viagra online
    low viagra prices

  • Ligação de comentário WillardciP Sexta, 01 Dezembro 2017 11:49 postado por WillardciP

    us online casino no download
    online casino
    real money casino for android
    casino real money
    best live online casinos

  • Ligação de comentário Richardclear Quinta, 30 Novembro 2017 04:25 postado por Richardclear

    viagra 100 mg versus levitra 20 mg
    viagra without a doctor
    acquisto viagra 25 mg
    viagra without doctor
    viagra 100mg einnahme

  • Ligação de comentário MichaelJep Domingo, 26 Novembro 2017 03:37 postado por MichaelJep

    compare generic brand viagra
    viagra prices
    do you get headaches viagra
    viagra prices
    can get viagra over counter spain

  • Ligação de comentário Floydcot Sábado, 25 Novembro 2017 13:15 postado por Floydcot

    buy viagra soft
    viagra cost
    buy viagra dapoxetine
    viagra prices
    cheap india viagra

  • Ligação de comentário Kennethtug Quinta, 23 Novembro 2017 16:58 postado por Kennethtug

    best place to buy cialis online
    online cialis
    cheap cialis canadian
    cialis online
    cialis pills for men

  • Ligação de comentário Elmertah Quarta, 22 Novembro 2017 16:08 postado por Elmertah

    get the most out of viagra
    viagra without doctor
    how can i get viagra without seeing a doctor
    viagra without a doctor's prescription
    viagra vs cialis which is cheaper

  • Ligação de comentário Andrewsnugh Terça, 21 Novembro 2017 05:14 postado por Andrewsnugh

    cialis viagra sale canada
    cialis cost
    cheap cialis once day
    cheap cialis
    where can i buy cheap cialis

  • Ligação de comentário ErickGluct Segunda, 20 Novembro 2017 16:42 postado por ErickGluct

    cialis discount pharmacy
    cheap cialis online
    generic.cialis.pills
    cheap cialis
    cheap cialis levitra